Canadá: descubra como trabalhar e estudar lá

Compartilhe!

Considerado um destino muito receptível para brasileiros, o Canadá é o lugar mais procurado para intercâmbio. De acordo com a agência canadense de imigração, refúgio e cidadania (CIC), 92,4 mil brasileiros pediram permissão para residir temporariamente no país. No período entre janeiro e setembro de 2016. Ainda segundo a pesquisa, os brasileiros representam a quarta nacionalidade que mais solicita a permissão de residência temporária no Canadá.

Um dos motivos para a expressividade de brasileiros no país norte-americano é, principalmente, a qualidade do ensino oferecido. Cada vez mais eles se interessam por cursos, não só de idiomas, mas também em campos específicos. Isso porque é uma forma de turbinar o currículo. Além de ganhar destaque no mercado de trabalho e ainda adquirir fluência em um segundo idioma.

O programa de intercâmbio CO-OP alia curso profissionalizante ao estágio obrigatório na mesma área. Não tendo só o aprendizado da língua como o principal foco. “Cada vez mais os brasileiros buscam maneiras de ter destaque em suas carreiras. O CO-OP Canadá é direcionado para esse público, que já tem uma noção do inglês e quer desenvolver suas habilidades em alguma área profissional especifica”, explica Jéssica Carvalho, coordenadora de produtos da CI Intercâmbio e Viagem.

Canadá - estudar - trabalhar - intercambio

Canadá: cursos de 2 anos

Os cursos oferecidos são ministrados em Colleges, que são instituições de ensino que oferecem cursos superiores, técnicos e tecnólogos. O objetivo é preparar o aluno direto para o mercado de trabalho. Nos Colleges privados existe a opção de cursos CO-OP, em que o estudante garante o estágio na área de estudo.

Com duração de no máximo dois anos, metade desse tempo é dedicada ao estágio obrigatório. No entanto, na primeira parte do curso, o estudante pode trabalhar por 20 horas semanais, ou seja, metade do tempo permitido.  “Apesar da não remuneração em alguns casos, colocar em prática o que aprende em sala de aula dentro das empresas no Canadá é uma forma de conviver com outra cultura no ambiente profissional e ainda adquirir um networking mais qualificado”, reforça Jéssica.

Para ingressar no programa, é necessário ter o segundo grau completo, comprovante de proficiência em inglês, que será avaliado por meio de provas como o IELTS ou TOEF, além da documentação completa. Nesse caso, o visto exigido não é apenas o “study permit”, para os estudos, mas também o “work permit”, para o trabalho, já que o estágio é parte obrigatória do CO-OP.

Canadá - estudar - trabalhar - intercambio

Feira Trabalhar e Estudar

Voltada para o público que busca aliar trabalho e estudo no exterior, melhorando, assim, o seu currículo, a CI realizará a Feira Trabalhar e Estudar no dia 18 de agosto, em São Paulo. Com palestras e parceiros para atender os interessados, será um bom momento para tirar dúvidas. Além de descobrir qual o melhor destino para o seu perfil.

O CO-OP é uma boa maneira de aperfeiçoar o inglês, aprender uma linguagem mais técnica e desenvolver uma habilidade profissional da escolha do intercambista, além de conviver com novas culturas e conseguir juntar um dinheiro durante a estadia no Canadá. “É uma experiência muito válida para quem busca destaque em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo”, conclui Jéssica.

Serviço

Dia: 18 de agosto de 2018

Local: Novotel São Paulo Conventions

Rua Martins Fontes, 71 – Centro (a 450m do metrô Anhangabaú)

Horário: das 12h às 19h



Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *