Copa do Mundo pede casa colorida e confortável

Compartilhe!

Há poucos dias para a abertura da Copa do Mundo da Rússia, o coração dos brasileiros começa a bater mais forte. Junto com a torcida, o desejo de estar reunido com amigos e familiares para assistirem juntos as partidas do Brasil.

Mas não basta apenas convidar todos sem casa sem uma preparação prévia. Os arquitetos Rodrigo Kolton, do escritório RK Arquitetura & Design; Cris Paola, do Studio Cris Paola; e a dupla Beatriz Zamperlini e a Mariana Zimmermann, da Due Z Arquitetura, reuniram dicas de como preparar a casa rumo ao hexa.

Copa do Mundo - decoração - Brasil

Copa do Mundo na sua casa

1- Televisão

O equipamento eletrônico é o item principal para os amantes do campeonato. “A disposição da televisão vai depender da posição dos móveis da sala”, afirma Cris Paola.  A profissional ainda ressalta que, mesmo com a sala repleta de convidados, é importante que ninguém fique a menos de 1,2 m de distância do aparelho.

2 –Lugares

Sem dúvidas, um cantinho no sofá é o espaço mais disputado na sala. Para resolver a falta de lugares, bancos, pufes e futons são ótimas alternativas para que todos possam curtir a partida bem à vontade. “É essencial que as passagens não sejam obstruídas. Já que as pessoas precisam circular para se servirem ou até irem ao banheiro”, explica Beatriz Zamperlini.

3 – Cores

As cores do Brasil são sempre a melhor escolha para decorar a casa. Almofadas, adornos e plantas nas cores principais – o verde e amarelo – já começam a mudar o espaço.”Podemos encontrar acessórios e itens de baixo custo como bandeirinhas e bolas para criar uma atmosfera harmônica, agradável e bem brasileira”, aconselha Rodrigo Kolton.

4- Bar e petiscos

O jogo é um momento que as pessoas gostam de petiscar e beber algo. Ter um barzinho é uma boa opção. Assim os convidados podem se servir sozinhos, sem que ninguém perca nenhum lance. “Uma ideia bacana é colocar as bebidas dentro de uma champanheira e potes com as cores do Brasil para dispor os petiscos”, diz Mariana Zimmermann.



Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *