TPN, a Tensão Pré-Nupcial, pode ser controlada

Compartilhe!

Depois da TPM (Tensão Pré-Menstrual), a TPN (Tensão Pré-Nupcial). É tão frequente e avassaladora, que mereceu a atenção da nossa colunista Iracema Teixeira, que enumera os principais sintomas. Insônia, mau humor, ansiedade, disfunção sexual são alguns sinais que os noivos estão à beira de um colapso nervoso. Mas tem solução! 

A partir da virada do século, os casamentos tornaram-se um grande evento social, principalmente pelo surgimento de empresas especializadas nesse nicho de mercado. O que até então era uma comemoração familiar, geralmente organizada pela mãe da noiva, passou a ser um símbolo de ascensão e status social e, até mesmo profissional, deixando de ser apenas uma celebração da união de duas famílias ou um ritual de passagem.

E, como todo grande evento, a organização exige uma intensa agenda de preparativos. Portanto, uma gama enorme de compromissos. Sem contar com o grande desafio de encontrar consenso entre os grupos familiares. Claro, tudo isso associado às tarefas do cotidiano: trabalho, estudo, etc.

Aparece então um novo problema de saúde que atinge os atores principais da festa – os noivos. Refiro-me aos perigos da TPN (Tensão Pré Nupcial), que atinge, ao contrário do que muitos podem pensar, não apenas a noiva pela gama de compromissos e sonhos a serem realizados, mas também o noivo.

Cada um tem uma origem diferente. A mulher preocupada com a organização do evento em si (vestido, enxoval, lista de presentes, lua de mel… Afinal de contas, são diversos os detalhes que dão um toque especial na hora do casamento). E o homem com o aspecto financeiro, pois hoje em dia o casal participa de todos os detalhes em comum acordo.

Existem estudos sobre o estresse que apresenta o casamento como um forte gatilho, em certas situações. Seja pelo evento em si e também pelas grandes mudanças na vida que irão ocorrer. Aponto os sintomas mais comuns para quem sofre de TPN: insonia, brigas frequentes, disfunções sexuais, alterações de humor intensas e abruptas, crises de ansiedade, dentre outros. Nos meses que antecedem à cerimônia, a tensão vai crescendo e isso afeta a relação do casal, principalmente na vida sexual.

tpn-tensao-pre-nupcial-pode-ser-controlada-clube-das-comadres1

Exemplos típicos da TPN

M.J. – 25 anos: apresentava crises de choro “sem” motivos aparentes três meses antes do casamento. Tinha muita insônia, ela não conseguia dormir com tantas preocupações que lhe atormentavam.

J.A. – 32 anos: começou a apresentar falhas de ereção e baixa tolerância em situações de contrariedade.

Às vezes se faz necessário a ajuda de um profissional para administrar todo esse estresse pré-nupcial, que se apresenta de formas diferentes para o casal. Alerta: não faça uso de medicação sem a devida prescrição médica. É perigoso e pode trazer sérias consequências à saúde. Deixo algumas dicas que podem ajudar o casal que vive a TPN:

« Faça pausas para descanso e lazer, de preferência envolvendo um ritmo tranquilo;

« Evite baladas ou uma sucessão de eventos sociais;

« Priorize uma alimentação saudável e boas horas de sono;

« Mantenha o carinho, a alegria e o bom humor com o parceiro e a família;

« Procure dividir bons momentos a dois com massagens mútuas e banhos relaxantes;

« Curtam a preguiça.




colunista2Iracema Teixeira é psicóloga, doutora em psicologia pela UFRJ, mestre em sexologia clínica (UGF), especialista em educação sexual (UGF/SBRASH). Membro docente associado ao Centro de Psicologia Formativa do Brasil, coligado ao Center for Energetic Studies (CA/EUA). Presidente da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana/SBRASH – biênio 2014-2015. Palestrante e conferencista. Colaboradora da Rádio Globo. Contatos: [email protected]/Facebook @amoreseamores /E-mail: [email protected]

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *