Idas ao veterinário não devem causar estresse

Compartilhe!

O veterinário nem deu “bom dia” e seu animal de estimação já está choramingando. Tomar vacina vira um acontecimento que precisa de muita paciência e um exame clínico, então, nem se fala. Se você enfrenta esses e outros problemas, confira dicas que podem ajudar você e seu amigo a levarem numa boa a ida a uma clínica!

«  Aliás, muitos problemas começam já no carro. Para os pets acostumados a frequentar petshop, ir a praça ou fazer visitas na casa das pessoas com seus tutores ou entrar no automóvel, acaba sendo rotina. No entanto, para aqueles que só passam por lá na hora de tomar vacina, a ansiedade já aumenta ao entrar no veículo. Que tal tornar esse momento rotineiro, nem que seja para uma volta no quarteirão?

« Faça associações positivas com a chegada na clínica. Leve um petisco que seu pet ame e, antes mesmo de entrar, já dê alguns pedaços para ele.

veterinário - consulta - pet - estresse

Veterinário não é bicho papão!

« Se seu cãozinho tem medo de outros cães ou fica muito afobado com o contato próximo deles, evite a sala de espera. Ou seja, fique do lado de fora. Caso consiga se manter em um local sem o contato visual com outros pets, seu amigo tende a se manter mais tranquilo.

« Acostume seu bichinho ao toque humano. Desde filhote, você pode criar a associação do receber grãos de ração. Além do petisco ou outro item bem valioso ao toque nas orelhas, patas, barriga e etc. Ajuda na aplicação de medicamentos e nas consultas.

«Brinque de veterinário com seu pet! Quem tem criança em casa pode propor a brincadeira em conjunto e todo mundo se diverte. Tenha  uma seringa sem agulha. E treine seu amigo a se acostumar a ser colocado em um lugar alto e ver a seringa. Claro que no meio disso tudo ele ganha muitos petiscos.




colunista-ana-alice-caoAna Alice Vercesi é jornalista que descobriu que se comunicava melhor com os bichos do que com as pessoas, escorregou para o empreendedorismo ao criar a Cão Vivência, uma empresa que oferece serviços de bem-estar e comportamento baseados na confiança e na diversão. Hoje tem como missão de vida fazer um mundo melhor para os pets e seus donos (nessa ordem).

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *