Mandioca Cozinha, novo restaurante de São Paulo

Compartilhe!

Mandioca, inhame, aipim, macaxeira, pão da terra, rainha do Brasil. Muitos apelidos, uma só raiz. Soberana na culinária brasileira, a mandioca vai ganhar um restaurante inteiramente dedicado a ela no centro da cidade de São Paulo. É o Mandioca Cozinha.

Um restô da chef pernambucana Madu Melo. A previsão de abertura é nesta segunda (23/julho/18), na Vila Buarque, o novo polo gastronômico da capital. Ou seja, a casa promete explorar todas as facetas gastronômicas dessa planta 100% nacional e 100% aproveitável. Com isso, são preparadas receitas caseiras, glúten free, opções veganas, uso de ingredientes sazonais e preferencialmente orgânicos e agroecológicos. Em todo o menu, carta de bebidas e até mesmo em alguns itens do décor, a mandioca é a estrela.

A casa trará receitas das 5 regiões do país, com os diferentes tipos de mandiocas – mansa, branca e amarela, fermentada e não-fermentada. Segundo a Embrapa, são 250 tipos catalogados no Brasil – e uma dezena de variações de subprodutos e usos. Dentre eles, a farinha do Uarini (Amazonas), o tucupi amarelo (Pará), a farinha de Copioba (Bahia), a de tapioca (com massa feita na casa) e outras farinhas de diferentes cantos do país.

Mandioca Cozinha - restaurante - são paulo
Chef pernambucana Madu Melo, responsável pelo restaurante Mandioca Cozinha. Foto Azevedo Lobo/Divulgação

Mandioca em pratos doces e salgados

“Do doce ao salgado, do bar ao restaurante, do café da manhã ao jantar, a mandioca está em todas as mesas brasileiras. É um patrimônio cultural e o restaurante busca homenagear esse ingrediente tão versátil e saboroso de uma forma amigável e simples”, explica a chef e sócia Madu Melo, nascida em Recife e radicada há 10 anos em São Paulo. Formada em marketing, com atuação como executiva em multinacionais e empresa de bebidas, resolveu, depois de um período sabático de viagem e pesquisas a mais de 30 países, transformar a paixão em profissão.

Foi no exterior, depois de visitar a lista dos principais restaurantes estrelados Michelin e da Restaurant. Ela concluiu que nada era melhor que o simples e confortante Cozido da Vó Nenzinha. Um ensopado de carnes bovina e suína com legumes com pirão de carne e arroz.  Não por acaso, é o prato preferido da chef, receita de sua avó, cozinheira de mão cheia e sua inspiração primeira na gastronomia.

Mandioca Cozinha - restaurante - são paulo
Cozido da Vó Nenzinha: carnes bovina e suína com legumes, pirão e arroz. Foto Tadeu Bruneli/Divulgação

Restaurante sem garçons

Num conceito informal e descolado, a casa não tem garçons e não cobra taxa de serviço. Isso impacta positivamente no preço final ao consumidor. O cliente faz o seu pedido, retira na cozinha, leva para a mesa e recolhe sua bandeja. A proposta da casa é ter uma boa relação custo-benefício. Há pratos que variam de R$ 29,90 (preço do prato do dia, no almoço executivo de segunda a sexta) a R$ 45.

Inicialmente, irá funcionar apenas no horário do almoço. A casa trabalha com preços promocionais de prato do dia (R$ 29,90) e opções à la carte. Para começar, há um Caldinho do Dia, sempre com um toque de mandioca na receita. Além do MPM: moela de galinha com pão caseiro de mandioca e molho. Além do Caribéu Pantaneiro: ensopado de mandioca e carne de sol da casa. Para quem está de olho na dieta, há uma opção de belisquete vegano e mais leve. São os Beijus com Dips: barquinhas de beiju de tapioca acompanhadas de vinagrete de maxixe apimentado e homus de pinhão.

Serviço

Mandioca Cozinha

Endereço: Rua Doutor Cesário Mota Junior, 187

Vila Buarque -São Paulo -SP – CEP 01221-020 (próximo ao metrô Santa Cecília)



Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *