Arlindo Grund analisa os desfiles do SPFW

Compartilhe!

Arlindo Grund, stylist e apresentador, comentou os desfiles e pontos relevantes na semana de moda paulistana. O São Paulo Fashion Week (SPFW), que acontece de 21 a 26 de abril no Pavilhão das Culturas Brasileiras, no Parque do Ibirapuera, além de locais externos na cidade, apresenta o Calendário de Desfiles.

A edição 45 do SPFW marca ainda a estreia de quatro novas marcas no calendário: Beira, Handred, João Pimenta feminino e Modem.  Confira abaixo, o calendário completo de desfiles do SPFW N45.

Arlindo Grund - SPFW - desfiles

TERÇA-FEIRA (24) 

Reinaldo Lourenço – 11:30

Modem – 15:00

Fernanda Yamamoto – 16:00

Top 5 – 17:00

Fabiana Milazzo – 18:00

Memo – 19:30

Amir Slama – 20:30

QUARTA-FEIRA (25) 

A.Niemeyer – 11:00

Lenny Niemeyer – 15:00

Salinas – 16:30

Beira – 17:30

Cotton Project – 19:00

Lino Villaventura – 20:00

Apartamento 03 – 21:00

QUINTA-FEIRA (26)   

Gloria Coelho         – 12:00

Amapô – 13:00

Ratier – 15:00

Ronaldo Fraga – 16:30

Handred – 18:00

Juliana Jabour – 19:00

João Pimenta (fem) – 20:00

Arlindo Grund - SPFW - desfiles
Isabeli Fontana no desfile da Água de Coco por Liana Thomaz. Fotos Fotosite

Arlindo Grund, de Adidas Originals e Gucci

Água de Coco por Liana Thomaz

“O desfile da Água de Coco resgatou um pouco da cultura brasileira. Houve a desconstrução da bandeira brasileira, a gente viu uma cartela de cores baseada no verde e no amarelo. Mas era um verde que virou musgo, um amarelo que virou meio dourado. Tinha também o toque lúdico com a estampa do Zé Carioca nos Arcos da Lapa. Acho que acima de tudo a gente viu a influência dos anos 80, com os biquínis com cintura mais alta, com cavas mais altas, meio asa delta e o babado. O babado acho que foi o mote que costurou toda a coleção da Água de Coco”.

Arlindo Grund - SPFW - desfiles
Projeto Ponto Firme apostou em peças em crochê.
Projeto Ponto Firme

“O Projeto Ponto Firme foi um desfile muito emocionante pois, além das roupas, tinha uma história por trás. Acho que o que é bacana e vale salientar, são as jaquetas esportivas matelassadas com aplicações de crochê e as jaquetas com aplicação em 3D, que tinham uma espécie de bichinhos criados em crochê e aplicados nas jaquetas. Adorei a desconstrução de gênero e a desconstrução da silhueta, com casacos mais alongados, com calças mais soltas para os homens e vestidos com bastante franjas para as mulheres”.



Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *