Trujillo, norte do Peru: berço de civilizações antigas

Compartilhe!

Ao norte do Peru, na região de La Libertad, está a charmosa Trujillo, cidade que também impressiona pela riqueza de seus sítios arqueológicos e atrativos históricos, culturais e religiosos. Trujillo conta com lugares belíssimos, que propõem uma visita a um passado muito antigo, mais precisamente às civilizações pré-incas Moche e Chimú. E também a um passado mais recente, a fase colonial e republicana do Peru.

Hub da região que foi berço dessas antigas civilizações, Trujillo tem preservada em seu centro histórico uma herança deixada pelos espanhóis. O local concentra igrejas, casarões, praças e atrativos impressionantes, como a Plaza de Armas, a Catedral e tantos outros. É possível conhecer os principais atrativos em um dia de visita, alguns considerados patrimônio monumental da nação.

A Promperú (Comissão de Promoção do Peru para a Exportação e o Turismo) tem feito ações de promoção do turismo do Peru mundo afora. E atenta ao potencial do Brasil em enviar visitantes para conhecer novos segmentos e destinos peruanos em 2018, tem promovido roteiros e atrativos de turismo religioso, especialmente das cidades de Lima, capital do Peru, Puerto Maldonado (região de Madre de Dios) e Trujillo (região de La Libertad).

Trujillo- norte do Peru-berço de civilizações antigas
Huaca la Luna, cidade de barro que sobrevive ao tempo.

Complexos arquitetônicos de Trujillo

Plaza de Armas de Trujillo
Martín de Estete desenhou essa praça como o centro da cidade. Na parte central se observa o monumento da Liberdade, uma escultura de mármore, estilo barroco, obra do alemão Edmund Müller.

Catedral da Cidade de Trujillo
Construída na segunda metade do século XVII, abriga importantes mostras da arte do vice-reinado, como as telas A Transverberação de Santa Teresa e Santo Toribio de Mogrovejo, e no seu centro está o único altar isento da cidade, considerado como a melhor obra dos escultores trujillanos.

Museu da Catedral
Conserva objetos relacionados à liturgia, esculturas e pinturas do período do vice-reinado, entre os quais destacam-se as telas A negação de São Pedro e O Retrato de São João Batista. Estão em exibição a mitra usada por Santo Toribio de Mogrovejo e também a custódia de San Valentín. Caracteriza esse edifício o teto decorado com vigas policromadas e a cripta decorada com pinturas dos apóstolos.

Trujillo- norte do Peru-berço de civilizações antigas
Além de praias e ótimos serviços turísticos, o norte do Peru oferece diversão para os turistas que vai além da parte histórica.

Passeios históricos, culturais e gastronômicos

A cidade de Trujillo abriga em suas ruas uma série de igrejas pertencentes a diferentes congregações. Entre as quais se destacam o Mosteiro el Carmen, as igrejas de Belém, San Agustín, San Francisco e Santo Domingo, que apresentam inestimáveis mostras ​​de arquitetura e arte religiosa.

Além disso, também é uma cidade com fortes características coloniais e republicanas, que podem ser vistas nos casarões erguidos no centro da cidade. Visite o Palácio Iturregui, a casa Ganoza Chopitea ou Ramírez y Laredo, a Casa da Emancipação ou de Madalengoitia. E também a Casa Calonge ou Casa Urquiaga,e o Centro Cultural de Trujillo, alguns dos quais adaptaram museus de diversos temas.

Mas além dos atrativos religiosos e sua imponente arquitetura colonial, Trujillo também conta com grande oferta de passeios históricos, culturais e gastronômicos. Além de praias e ótimos serviços turísticos. Templos, pirâmides e cidades de barro que sobrevivem ao tempo: Chan Chan, c e El Brujo; Huaca del Sol y la Luna, cultura viva de costumes arraigados, como a pesca em Caballitos de Totora (tradicionais embarcações da costa norte); praias famosas que atraem surfistas de todo o mundo, como Huanchaco e Pacasmayo; e a sensual e sedutora marinera, dança nacional do Peru.

Trujillo- norte do Peru-berço de civilizações antigas
Visitar o Peru é a oportunidade de mergulhar na história antiga e conhecer uma cultura enriquecedora.

Riquezas Moche e Chimú

A civilização Moche existiu entre 300 a. C. e o ano 1000 d. C., na região dos vales dos rios Moche e Chicama, na região de La Libertad. Outra cultura pré-colombiana típica da região Norte do Peru, a cultura Chimú se desenvolveu entre os séculos X e XV, no mesmo território no mesmo local.

Os vestígios dessas culturas pré-incas são admiráveis. É o caso da cidadela Chan Chan (10 minutos de Trujillo, no caminho para Huanchaco, o balneário mais importante da região), a maior cidade de barro do mundo (24 quilômetros quadrados). É considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Na sua estrutura se distinguem praças, casas, armazéns, escritórios, ruas, muralhas e templos piramidais.

Há também as Huacas del Sol y de la Luna (8km ao sul da cidade de Trujillo). A Huaca del Sol é a maior. Acredita-se que foi construída por 250 mil homens, utilizando 70 milhões de adobes em apenas três dias. A Huaca de la Luna é composta de templos sobrepostos construídos em diferentes épocas. É possível ver em suas paredes as diferentes representações policromáticas nas quais se destaca o Deus Ai-Apaec, o chamado El Degollador, personagem com características felinas.

Trujillo- norte do Peru-berço de civilizações antigas
Fachadas coloridas, em estilo colonial, embelezam a Plaza de Armas, no Centro Histórico de Trujillo. Fotos: Divulgação/Promperú

Festival de la Marinera

O complexo arqueológico El Brujo está localizado no Valle Chicama, a 60 km ao norte de Trujillo (1h20 de carro). É composto por três edificações que são a Huaca Prieta, Huaca Cao e Huaca Cortada. Em 2006, foi descoberto o túmulo onde foi enterrada uma mulher da nobreza Moche em perfeito estado de conservação. Foi chamada de Senhora de Cao, que se presume ter governado o vale há 1.700 anos.

Em Trujillo, em janeiro, é realizada uma das mais importantes festividades de La Libertad: o Festival de la Marinera. É no Coliseo Gran Chimú. O Concurso Nacional de Marinera dura vários dias. Agrega os melhores bailarinos desta que é a modalidade mais elegante do Peru. Conta com a apresentação de diferentes categorias e estilos coreográficos.



Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *